CESU - ventilacao_industrial_controlo_poluicao_atmosferica 

 

Partilhar      

 
 

 



 

Ventilação Industrial e Controlo da Poluição Atmosférica - 4ª edição

Eng. Carlos Martins Pereira

4ª edição - Porto, 20 de Maio de 2016

É do conhecimento de todos que a permanência ao ar livre aumenta o apetite, a capacidade de trabalho e a boa disposição. Quanto mais puro for o ar, isto é, mais rico em oxigénio, melhor se desenvolvem as combustões internas do organismo e mais facilmente são eliminados os gases resultantes dessas combustões, expelidos pela respiração. Sabe-se, por experiência também, que quando se reúnem várias pessoas num local privado de renovação conveniente de ar, ao fim de pouco tempo surge a sensação de mal-estar. É certo que nem todas as pessoas se comportam do mesmo modo mas, mesmo as de melhor constituição sentem os efeitos nocivos duma atmosfera viciada. Nestas circunstâncias é preciso que o ambiente em todos os locais onde permaneçam pessoas seja propício à sua saúde, isto é, em todos os locais de trabalho, de descanso e de recreio deve reinar uma atmosfera de ar puro. Os vapores, gases e poeiras contidos no ar captados com dispositivos estudados devem ser removidos do mesmo, a fim de que ele possa ser libertado na atmosfera ambiente ou exterior devidamente purificado sem que ofereça, portanto, riscos à saúde das pessoas e danos ecológicos.

 
Objectivos

 

No fim do Curso, os Formandos serão capazes de:
 

•  Distinguir os diferentes processos de ventilação: Ventilação ambiente e localizada;

•  Ter conhecimento do valor mínimo de renovação de ar por espaço, em função da sua utilização e do tipo de fontes poluentes nele existente;

•  Seleccionar o ventilador adequado em função dos critérios de selecção, tais como:

        o O tipo de local

        o A classe de fluido a transportar e as suas características

        o A configuração da instalação

        o Caudal e pressão, necessários

        o Nível acústico admissível

        o Tipo de alimentação

• Ter noção do conceito de "varrimento do local";

• Ter noção de captação localizada;

• Detectar os erros mais comuns nas renovações de ambientes;

• Efectuar cálculos simplificados de instalações tipo.

 
Programa

 

1. Noções Gerais 

Constituição do ar

Factores de viciação

Condições a realizar nos locais de permanência de pessoas

2. Tipos de ventilação 

Ventilação Ambiente

Ventilação Localizada

3. Processos de ventilação

Ventilação Natural 

     o Factores que influem na ventilação natural

     o Vantagens e inconvenientes da ventilação natural

Ventilação Artificial 

     o Ventilação diferencial

     o Ventilação mecânica

     o Ventilação adiabática

4. Partes principais de uma instalação de ventilação

Tomada de ar 

Câmara de poeiras 

Filtros (finalidade, classificação e características) 

Ventiladores (finalidade, classificação, curvas características, fixação, etc.) 

5. Purificação do ar

Generalidades 

Factores a serem considerados na escolha do equipamento 

Equipamentos para a recolha e eliminação de partículas 

Equipamentos para a recolha e eliminação de contaminantes gasosos 

Filtros, via seca, via húmida e electrostáticos 

Ciclones 

Lavadores de gases 

6. Funcionamento de uma instalação

Critérios de selecção do ventilador 

Redes de distribuição; seu traçado 

Dimensionamento das condutas 

Disposição das bocas de introdução e de evacuação do ar 

Regulação e controlo 

Critérios de selecção do equipamento filtrante 

7. Erros mais comuns nas instalações de ventilação

Inexistência de entrada de ar ou entrada de ar insuficiente 

Aberturas das entradas de das saídas de ar muito próximas "curtos circuitos" 

Incorrecta colocação das entradas em relação às saídas (criação de zonas mortas) 

Colocação de obstáculos à frente dos extractores ou das entradas. 

8. Exemplos de Instalações Tipo

 
Destinatários

 

Participantes de Formação Média (níveis 3, 4 e 5 segundo o QNQ-Quadro Nacional de Qualificações):
 

- Projectistas com funções em gabinetes de projectos nas áreas do AVAC e de instalações fabris 

- Responsáveis pela manutenção dos equipamentos nas instalações de AVAC e nas industrias com processos fabris poluidoras, nomeadamente na indústria da madeira, na indústria metalúrgica e metalomecânica, nas indústrias químicas, e outras

- Quadros responsáveis da manutenção das instalações industriais nas empresas onde laboram

- Todos os interessados em aprofundar o seu conhecimento neste tema

 
Métodos de exposição

 

Durante a exposição serão referidos, sempre que possível, casos práticos específicos das diferentes situações.

 
Monitor(a)

 

Eng. Carlos Martins Pereira - Licenciado em Engenharia e Gestão Industrial. Bacharel em Engenharia Mecânica. Curso de Especialização, no Instituto Superior de Formação NEU, em Lille - França, nas Áreas de Climatização, Ventilação, Condicionamento de Ar Têxtil, Arrefecimento de Águas, Despoeiramento, Transporte Pneumático, Captação Destroçamento e Recuperação de Desperdícios, Limpeza Centralizada por Vácuo e Gestão de Energia. Sócio Gerente da Empresa Aerotermo, Lda., de Estudos, Projectos e Montagens de instalações industriais nas áreas da Aerodinâmica e Termodinâmica. Sócio Gerente de Aerovouga, Lda., do mesmo ramo e  Vento Domável, Lda, esta vocacionada para as energias renováveis, eólica, solar e fotovoltaica. Foi Formador do Módulo "Climatização", na Escola Secundária Fontes Pereira de Melo, no Porto, no âmbito do Curso "Frio e Climatização". Formador na APIRAC - Associação Portuguesa da Indústria de Refrigeração e Ar Condicionado, no âmbito dos cursos "Técnico de Sistemas de Climatização" e "Técnico de Electricidade Aplicada à RAC". Formador no IEFP do Porto - Instituto de Emprego e Formação Profissional no âmbito do Curso Técnico de "Refrigeração e Climatização". Formador no ISQ do Porto - Instituto de Soldadura e da Qualidade, no âmbito dos Cursos "Técnico de Equipamentos Domésticos" e "Reparação e Instalação de Equipamentos AVAC". Autor da Publicação "Tecnologia da Climatização". Responsável por Instalações Industriais de Ventilação/Climatização e Despoeiramento/Transporte Pneumático realizadas em mais de 60 Empresas.

 
Local
 

CESU - Centro de Ensino Secundário e Universitário
Praça das Flores, nº 125 - 3º - Sala 33
4300 - 401 Porto
Tel.: 22 093 75 30  Fax: 22 093 75 28
Email: cesu@cenertec.pt 
Site: www.cesu.cenertec.pt

 
Horário

 

Dia 20 de Maio de 2016

08:45 - 09:00     Recepção

Manhã:

09:00 - 11:00      Curso
11:00 - 11:30      Pausa                                      
11:30 - 13:00      Curso
13:00 - 14:00      Pausa              

Tarde:

14:00 - 16:30       Curso
16:30 - 17:00       Pausa
17:00 - 18:00       Curso

 
Preço

 

O valor da inscrição é de 140,00 Euros (+ 23% IVA), pagável até à data de realização do Curso, e inclui acesso à Documentação de Apoio, Coffee-Breaks e um Certificado de Frequência. Número máximo de inscrições: 12

 


 
Curso:

Ventilação Industrial e Controlo da Poluição Atmosférica - 4ª edição

 
Nome  
Empresa  
N.I.F.  
Cargo que ocupa  
Profissão  
Endereço  
Código Postal  
Localidade  
Telefone  
Fax  
E-Mail  
Preço   172,20€ ( I.V.A. incluído )
Opções de Pagamento Cheque à ordem de " CENERTEC - Centro de Energia e Tecnologia " no valor de 172,20€  ( I.V.A.  incluído )
Transferência Bancária - CGD (Águas Santas ) - IBAN: PT50 0035 0005 0000 3329 63027 | SWIFT: CGDIPTPL | (Por favor indicar nome da Empresa/Participante ou nº da factura quando efectuar a transferência)
   
 

 
 

CESU - Centro de Ensino Secundário e Universitário , © 2014

 

Criado por
Jftps